UM BLOG PARA VOCÊ, DAS DÉCADAS DE 1940 E 1950!

Não éramos iguais, nós, da classe média-pobre, mas éramos muito parecidas e tínhamos atividades comuns!

Uma resposta to “About”

  1. Marise said

    Quem somos nós, as mulheres de 40 e 50? O que nos marcou tanto que temos histórias muito parecidas, ressaltando que muitas de nós acabaram por realizar-se como “as tias” de seus sobrinhos,ou a mãe de seus (suas) irmãos (ãs) e da própria mãe ou pai!

    Qual é a sua história, é diferente? Se é, o que terá marcado esse desvio de rota? Se não é, o que nos terá assemelhado tanto, a nos tornarmos mulheres quase “amazonas”, por pouco não vestindo calças, mas a resolver tudo tão perfeitamento como um homem a quem foram e tem sido atribuídos determinados papéis: assumir comandos, fazer a retaguarda, prover (já mudou bastante), competir sempre etc. Se não tias, muitas de nós somos verdadeiras ‘generalas’ ou sargentonas (e não reconhecidas soldadas, sargentas, capitãs, coronelas …), militantes radicais na forma de defender ideologias, um homem no corpo de uma mulher que assumiu demais tarefas da masculinidade. Muitas de nós somos ainda dondocas high society (ativas e inativas), algumas frustradas ou imaturas (como crianças de colo), ou sempre acometidas de um furor uterino de sentir prazer a qualquer preço…, a substituir homens como roupas. Ainda muitas de nós somos a dondoca oculta autonominada ‘decepcionada’, ‘amarga’ ou ‘encalhada’; ou dondocas burguesas acéfalas que usam toda sua liberdade para importar coisas que nem sabem onde mais colocar(próprio de dondocas e peruas ocidentais descerebradas, loiras, morenas, pardas, ruivas, negras, ‘verdes’, ‘azuis’ etc..). E as mulheres coquetes do século XX e XXI (não mais as de 30; coquetismo é a arte de agradar, sem neuras, sem preocupação, apenas ser… ser agradável, ser coquete, deixar rolar… O adjetivo francês ‘coquet’foi utilizado por Rousseau para definir ‘um dos principais atributos naturais da mulher’ (mas Rousseau era um inatista, graças a Deus!). Coquete significa aquilo que é “provocante, que é agradável à vista.

    Temos muitos outros adjetivos e estilos de vida, mas existe uma ‘semente’ comum em nossa história, no modo como fomos produzidas. Vasculhemos, pois, este monte de ‘palha’! Quem sabe, encotramos alguma agulha que nos aponte a ponta do fio onde nós começamos a ser nós mesmas, mulheres de 40 e 50!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: